8 dicas espertas para comprar cosméticos no exterior

Fazer compras no exterior tem seus prós e contras, sem dúvida. Ao comprar produtos em outros países você não paga os altíssimos impostos brasileiros, comprando assim um cosmético por ótimos preços. Além disso, a variedade é muito maior. Por outro lado, se você não gostar do produto, ou mesmo ele vir com algum problema, com certeza será impossível a troca.

Para te ajudar nas compras no exterior confira algumas dicas úteis:

1. Monte uma wish list

Antes de sair às compras faça uma lista com todos os seus objetos de desejo. Para te ajudar procure em sites. Se tiver o preço sugerido anote e compare na hora de comprar, já que se valer a pena você pode trazer até alguns a mais para quando acabar os produtos.

2. Teste os produtos antes

Nada de deixar para depois a abertura deles. Se der abra dentro da loja mesmo! Se tiver algum problema você já poderá trocar.

3. Não caia no consumismo

A variedade de produtos e lojas no exterior é incrível. Encher o carrinho parece um sonho, mas tente ser um pouco racional. Pense em como esse gasto extra pode prejudicar seu orçamento.

4. Compre com praticidade

Se for viajar com marido e crianças, tenha em mente que talvez eles não sejam tão pacientes quanto suas amigas enquanto você experimenta e compra. Nesse caso, faça um pré-roteiro, ou melhor vá às compras sozinha, assim você escolhe com calma tudo e não se arrepende depois

5. Pense no transporte

As companhias aéreas restringem a quantidade de líquido que você pode levar na bolsa de mão. Portanto, é provável que suas compras tenham que ser despachadas. Procure acomodar todos os produtos com segurança em um nécessaire, evitando frascos e maquiagem quebrados.

6. Aproveite as promoções

As grandes lojas de departamentos costumam oferecer muitas ofertas próximo às mudanças de estação, nos meses de março e setembro. Mais não esqueça de controlar o consumismo.

7. Vá atrás das coleções especiais

Muitas marcas fazem linhas temáticas cobiçadas que nunca chegam ao Brasil, mesmo sendo mais cara vão virar um desejo de consumo pelas suas amigas.

8.Fique atenta

As lojas de marca, em especial as mais conhecidas, ficam lotadas de turistas, o que significa muita fila e bastante tempo lá dentro. Então, evite-as ou tente ir assim que abrirem, pois a chance de estarem vazias é grande.

Tipos de loja: pop-up, outlet e flagship

Se você é um consumidor assumido, com certeza sabe que existem diferentes tipos de lojas espalhadas por aí. Essa gama de lojas diferentes se deve ao desejo de agradar ao consumidor, já que consumidor feliz e contente sempre gasta mais.

Se você não conhece os três principais tipos de lojas, confira:

Pop-up stores

Definidas como lojas temporárias que atraem os consumidores justamente pelo curto prazo que ficam abertas, as pop-up stores, destacam-se e fazem sucesso por meio de intervenções artísticas e afins. Assim se dá o funcionamento de uma pop-up store: diferente dos empreendimentos tradicionais planejados durantes longos períodos, poucos dias ou meses são suficientes para uma loja pop-up ganhar forma.

Outlet stores

Outlet é a denominação dada a um novo mercado de vendas no varejo onde produtores e indústrias vendem diretamente seus produtos ao público. As lojas, localizadas na saída de grandes cidades ou em shoppings, têm como benefício a redução dos custos de manutenção, publicidade e lucros das redes varejistas, possibilitando assim a venda de grandes marcas e grifes luxuosas a preços acessíveis.

Flagship stores

Flagship stores ou concept stores são lojas onde se reúnem os produtos que melhor definem o conceito que guia uma marca – sua essência – apresentada de maneira inovadora. Logo, tornaram-se referências em meio às principais cidades do mundo associadas à moda, cultura, comércio e entretenimento, e, devido ao alto grau de investimento envolvido, espelham a grandeza e posição de determinada marca.

Compra online: Segurança e Direito do Consumidor

A internet sem dúvidas veio para facilitar a vida de todos. Por meio dela podemos conversar com pessoas que moram longe, podemos fazer pesquisas de todos os tipos, acessar nossa conta bancária sem sair de casa, entre diversas outras coisas como fazer compras.

Hoje e possível comprar de tudo por esse meio. Desde coisas simples como até mesmo uma casa ou um carro. A praticidade que internet oferece é muita. Por meio dela você não precisa enfrentar filas, perder tempo escolhendo roupas ou ainda ter de ir de loja em loja ver qual preço está mais em conta, por meio da web tudo isso é feito através de alguns clicks.

Outro benefício das compras online é que você fica livre do trânsito, estacionamento de Shopping e até mesmo livre daquele vendedor querendo te “empurrar” algo a mais. Porém para fazer essas compras vale a pena tomar alguns cuidados, para que você não saia lesado ou mesmo corra algum risco.

Antes de tudo, faça suas compras em um computador seguro. Procure usar um computador particular, caso você não tenha evite ir a uma Lan house. A melhor coisa é pedir o computador emprestado de alguém de confiança.

Procure ver se o computador possui antivírus para que nenhum dado bancário seu possa correr riscos. Por fim, procure bem pelo site que irá fazer a compra. Existem alguns que não são de confiança, por isso opte por sites de lojas já conhecidas.

Quaisquer problemas entre em contato com o Procon mais perto de você. Guarde todo o tipo de contato que você teve com o site como e-mails, notas fiscais, entre outros.

Compras coletivas de beleza

Sem dúvida, os sites de compras coletivas cada vez mais se tornam populares e ainda, ajudam e muito na hora de comprar facilitando a nossa vida e o melhor com ótimas promoções. Existem já sites que oferecem roupas, calçados, apenas serviços de beleza e bem –estar e ainda aqueles que oferecem produtos de beleza de várias marcas por preços super em conta.

Por tanta variedade e claro ótimos preços os sites de compras coletivas oferece a oportunidade de comprarmos , por exemplo roupas de marcas que se fossemos comprar na realidade nem compraríamos por conta do alto valor.

É possível encontrar peças pela metade do preço e na maioria das vezes com descontas de até 90%. Além desses produtos é possível encontrar bens e serviços como um dia no SPA, aquela progressiva que você andava pensando a fazer muito mais em conta, ou mesmo aquele tratamento estético que você sempre quis fazer, mas não fazia por conta do alto preço.

Mesmo com tanta coisa boa é preciso sempre tomar certos cuidados quando falamos de compras virtuais. A internet se tornou um meio de comunicação cada vez mais acessível e por isso qualquer pessoa pode abrir uma página na web e começar a vender produtos, mas alguns são honestos e outros nem tanto.

Par anão cair em nenhum golpe na hora de fazer suas compras, confira algumas dicas para se proteger:

Pesquise a empresa antes de comprar;

Compre de lugares recomendados por amigos e parentes;

Pesquise o procedimento desejado e não o escolha somente pelo preço;

Compras coletivas são impulsivas. Vale checá-las de manhã e deixar para comprar à noite, quando você já tiver certeza se realmente precisa daquilo ou se vai comprar somente porque é uma pechincha;

Planeje quando pretende usar o serviço. Não saia como uma doida comprando vouchers incríveis e depois não ter tempo para usá-los.

Existem casos de pessoas que fecharam negócio com a empresa que prometia tal e quando chegaram no local não havia gente para atender ou mesmo o serviço tinha sido mal feito. Por isso vale a pena checar bem antes o local. Procure também ligar no estabelecimento com antecedência para marcar sua hora e tire todas as suas dúvidas se preferir vá pessoalmente, assim você já conhece o lugar e vê se vale a pena arriscar mesmo.

Procure sempre por sites de confiança e que são bem vistos no mundo das compras coletivas, como o Peixe urbano, Privalia entre outros.

 Se você não sabe mexer no site , ou mesmo não sabe como proceder depois de estar com o cupom na sua conta, procure a central de atendimento da página na qual você comprou ou siga as orientações que serão dadas em cada passo.

Qual é a hora certa de gastar?

Muitas pessoas dizem que existe a hora certa para fazer compras de roupas e acessórios e se pararmos para pensar existe mesmo a melhor hora para isso como mudanças de estações e liquidações. Porém existe outros momentos propícios para as compras, confira:

Janeiro – Mesmo sendo o primeiro mês do ano não é um bom mês para compras já que temos que pagar IPTU e IPVA e como o pagamento à vista sai muito mais em conta por ter um descontão a melhor coisa é se preocupar com esses pormenores e deixar suas compras para o próximo mês.

Fevereiro – não é visto também como um bom momento de compras já que você precisa pagar contas de escola, material escolar e ainda tem o Imposto de Renda.

Março – é um mês que é bom para comprar roupas de calor, já que as lojas estão em liquidação para colocar as novas coleções de outono. Nesse período os restaurantes também tendem a estar mais baratos, por isso sair para almoçar com o gato é uma ótima dica.

Abril – Por conta do começo do friozinho e por estar em baixa temporada clínicas de estética e Spas acabam fazendo promoções fantáticas.

Maio - Use álcool neste período nos carros flex. Nesta época a cana-de-açúcar, matéria prima do combustível costuma ficar mais barato por conta da colheita. Segundo as montadoras, só compensa abastecer com etanol quando o preço do litro custa no máximo 70% do preço do litro de gasolina. É que o combustível tem rendimento menor .

Junho –Ótima época para não viajar. Embora seja férias escolares neste período o preço das viagens e pacotes sobem muito.

Julho – é a maior temporada de promoções, por isso não deixe de comprar roupas, sapatos e acessórios.

Agosto – Outro mês de liquidações. Essa é uma ótima época para investir na compra de roupas de frio, botas e outros acessórios, já que a estação está acabando e as lojas estão querendo limpar o estoque para as coleções de primavera.

Setembro – é um ótimo mês para ingressar em uma academia. Já que nessa época a procura é pouca e até o verão você já estará com o corpo em cima.

Outubro - É uma ótima data para comprar vestidos de festa. Se você tem um casamento em vista, ou mesmo uma formatura vale a pena investir na compra neste mês.

Novembro – ótima época para viajar para os Estados Unidos já que por lá a temporada de descontos e lliquidações começa.

Dezembro – Se você está com um dinheirinho guardado para comprar um carro zero essa é a sua oportunidade, neste mês as montadoras derrubam os preços deixando –os com até 20 % de desconto.

Evite roubadas nas comprar coletivas

Os sites de compras coletivas estão cada vez mais famosos. Além de trazer diversas opções ele permite que você economize deveras. Porém com a popularidade dos sites de compras coletivas muitos se tornaram inseguros para comprar. Para que você não pague por uma roubada, veja algumas dicas úteis na hora de fazer suas compras nesse tipo de site:

· Antes de comprar, pesquise. Digite o nome do site de compras coletivas no Reclame Aqui ou no Desabafo Urbano para descobrir denúncias ou ver soluções de casos problemáticos. Outra coisa procure perguntar para amigos se o site é realmente seguro e se os telefones de reclamação funcionam bem.

· “Investigue” a empresa que oferece a promoção. Em geral, há poucos detalhes no sites de compra. Para fazer essa pesquisa procure use os sites de busca, como o Google. Digite o nome da empresa e veja se o site é confiável. Procure também por telefones, assim você pode ligar e conhecer a empresa.

· Leia todo o regulamento da promoção. Parece óbvio, mas muita gente fecha a compra sem ler as linhas pequenas do cupom. Se for necessário, ligue para a empresa e tire as dúvidas. Só compre depois de tudo estar bem esclarecido! E não se esqueça imprima tudo!

O que você precisa para fazer uma compra segura do tão sonhado imóvel?

 Os procedimentos para realizar o sonho da casa própria nem sempre é tão simples assim. Isso porque envolvem uma série de pesquisas, documentos e aprovações. Nesse contexto, é muito importante que o consumidor esteja atento e use o diálogo para fazer uma negociação segura e satisfatória. Confira abaixo dicas para que facilitar na hora da compra:

-Antes de adquirir um imóvel, verifique quanto é possível gastar no negócio. Vale a pena avaliar também as necessidades da família.

-O pior negócio é adquirir uma unidade habitacional  por impulso . Antes de tudo, é preciso fazer as contas e ver se as prestações do financiamento cabem no bolso.

-Analise também as várias opções para financiar. Há sempre a opção de obter financiamento bancário. Inclusive, os sites de vários bancos oferecem simuladores das parcelas.

-Ao negociar com um corretor de imóveis, lembre-se de fazer propostas pertinentes, sem pedir descontos absurdos, por exemplo.

-Além disso, antes de fechar o negócio, é importante que esteja claro o que está ou não incluso no valor acertado. Por isso, questione sobre tudo o que você não entender exija respostas objetivas.

-Quanto aos contratos e documentos do imóvel e do proprietário, o mais indicado é que sejam analisados por um advogado de sua confiança.

Confira a documentação básica:

O comprador deve entregar ao vendedor:RG,CPF e certidão de casamento.

O comprador deve entregar à financeira, basicamente: Carteira de trabalho, declaração do empregador com informe de rendimento, declaração de contador, comprovante de residência, comprovante de renda, declaração de imposto de renda e contracheques.

Como economizar na compra de material escolar

No começo do ano o brasileiro além de ter vários impostos para pagar como IPTU, IPVA, ainda precisa se virar nos trinta para pagar o material escolar dos filhos. Algumas escolas com certeza acabam exagerando na lista e colocam até produtos de limpeza e caixas e caixas de folhas de sulfite, coisas que é obrigação da própria escola comprar.

Por isso antes de darmos dicas de como economizar na hora da compra fica a dica: procure ver com calma a lista de material e veja se não há nenhum abuso da escola. Caso ache que sim não compre e procure seus direitos!

Na hora de comprar o material e os livros o jeito mesmo é pesquisar preços e pechinchar. Procure ir em diferentes papelarias, faça pesquisas pela internet ou ainda procure os livros indicados para o seu filho usar neste ano em sebos. Se a escola usa sempre o mesmo livro , mas só muda as edições a dica é procurar por um aluno que está um ano na frente de seu filho e comprar os livros dele, assim você gasta menos.

Vale lembrar que livros didáticos geralmente são vendidos por tabela, ou seja, todas as livrarias acabam vendendo por um único preço, por isso vale a pena comprar um usado ou mesmo ir na editora atrás de descontos.

Outra dica é usar materias que podem ser reaproveitados e asim você deixa de comprar, como lápis de cor, pastas, compasso entre diversos outros. Vale a pena conversar com seu filho sobre a conservação dos produtos para que assim você use no próximo ano.

Leve seu filho junto para que ele veja desde já o valor dos produtos e aprenda a economizar e a conservá-los. Outra dica é deixá-lo fazer as compras. Porém pesquise antes o valor e dê o dinheiro para que ele compre assim ele irá procurar dar muito mais valor e aprender desde pequeno a economizar. Vale a pena ir junto para ajudá-lo ou mesmo dar palpites nos investimentos de seu filho.

Como aproveitar melhor as compras em lojas duty free

Fazer compras em lojas DutyFreeé com certeza uma ótima oportunidade para quem procura comprar produtos importados a preços muito mais baixos. Geralmente essas lojas são de diversos artigos dando ênfase em perfumes e roupas e ficam localizadas em aeroportos.  Epara aproveitar melhor ainda essa oportunidade confira algumas dicas:

-Conhecidas também como lojas francas, elas possuem algumas regras como um limite de compra  de 10 produtos para cada segmento, por exemplo, 10 produtos cosméticos e o valor ainda não pode ultrapassar de 500 dólares por pessoa. Por isso se você estiver mesmo a fim de gastar o jeito é levar várias pessoas e usar o limite delas.

Vale lembrar que a  Receita Federal isenta de impostos as roupas e objetos de uso pessoal da sua bagagem (desde que estejam em uma quantidade compatível com a viagem) e também livros e periódicos. Já o restante de objetos que não estiverem na mala ou mesmo em embalagens ficará isento até o valor de 500 dólares, mais do que isso será cobrado imposto.

Outra coisa boa dessas lojas é que elas aceitam reservas online o que pode facilitar suas compras pois assim você poderá fazer uma lista de tudo que quer e chegar só pagando. Outra dica para quem procura comprar várias mercadorias em lojas diferentes é levar muitas malas e violar as embalagens dos produtos já pagos por você, dessa forma você não vai precisar pagar imposto sobre elas. Por exemplo, se você comprou um perfume para uma tia procure tirá-lo da caixa, já com roupas procure retirar as etiquetas, cosméticos retire da caixa e assim por diante.

Essas lojas oferecem uma ótima oportunidade para comprar produtos importados a preços mais acessíveis, por isso se você for viajar não deixe de dar aquela passadinha nas lojas Duty Frree.

Dicas para comprar o presente de Natal das crianças

 Quando vai chegando essa data muitos acabam se perdendo nas compras e principalmente nos valores já que o preço de tudo sobe e é preciso sempre saber pesquisar e principalmente saber pechinchar preços. Como os presentes são tantos, principalmente para as crianças vale a pena ficar atento na hora de comprar não só com o preço, mas principalmente ver se o brinquedo é seguro e se possui o selo do Inmetro, que garante que ele foi testado e está de acordo com as normas de segurança.

Para comprar os brinquedos veja outras dicas:

- Adquira o brinquedo de acordo com a faixa etária. Por lei, essa informação deve vir na embalagem assim como as instruções de uso, em nossa língua. Se o brinquedo for importado verifique se há dados sobre o fabricante como nome, CNPJ e endereço ou o importador.

- Se há um irmão mais novo na casa, procure evitar de comprar brinquedos para o mais velho que tenha peças menores ou mesmo compre mais tenha atenção redobrada, para que ele não pegue peças pequenas do brinquedo que não é para a sua idade.

- Não compre brinquedos com formas e cheiros semelhantes aos alimentos, pois as crianças têm o mau costume de querer “provar” e podem acabar engolindo as peças. Evite também brinquedos que trazem roídos excessivos, que podem causar danos à audição.

- Fique atento aos produtos com partes cortantes ou pontiagudas, devido à possibilidade de causar ferimentos.

- Se o presente for bicicleta, skate ou patins, não se esqueça de comprar também os equipamentos básicos de segurança, como capacete, joelheira e cotoveleira. Eles são fundamentais para garantir a segurança e bem-estar das crianças.

- Não compre brinquedos compostos por substâncias de fácil combustão. Outra dia é evitar aqueles que possam causar sufocamento ou engasgo por acidente (cordas, balões e aqueles com peças muito pequenas).

- Ajude a criança a abrir o presente. Sacos de presente, laços e fechos de arame são perigosos.